sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Bom fim de semana

Olá, hoje vim apenas desejar um óptimo fim de semana, cheio de criatividade como sempre.
Apeteceu-me vir escrever, repartir algumas coisas convosco. Ontem fiz 21 anos de casada, é uma bela data, vou contar-vos como aconteceu.
Com 16 anos conheci o meu marido. Comecei o namoro contra a vontade do meu pai, talvez por ser a filha mais nova ele se opusesse tanto. O namoro decorreu sem percalços, era muito engraçado, quando eu namorava em casa, nós sentávamo-nos no sofá e o meu pai sentava-se à nossa frente na mesa, não tínhamos nem um pouco de privacidade, por volta das 22h 45m, vínhamos à porta despedir-nos, mas se nos distraíssemos e passasse das 23h, a minha mãe dava sinais de luzes, agora acho muito engraçado recordar-me de tudo, mas na altura não achava graça nenhuma lol.
Quando queríamos sair à noite, o meu irmão (gémeo) tinha que ir connosco, senão não saíamos, mas como o meu irmão raramente queria sair porque também tinha os próprios programas, nós ficávamos por casa a maior parte das vezes.
Apenas melhorou um pouco quando foi para a tropa, ele foi para Lamego, era muito longe. Só vinha aos fins-de-semana, e nem todos, aí o meu pai ficou mais benevolente, e já nos deixava, pelo menos ir tomar um café à noite. Claro que não podíamos demorar mais que meia hora, mas já era bom.
Quando ele saiu da tropa, resolvemos casar, novamente contra a vontade do meu pai, que dizia que eu era ainda uma menina (19 anos), mas nós dissemos que se não casássemos, nos juntávamos, e o meu pai que gostava de tudo certinho, acabou por concordar com o casamento. Chegou então o desejado dia, levei um vestido cor-de-rosa, não quis casar de branco pois achava que era muito vulgar, meu Deus, as coisas que se disseram lol. A cerimónia decorreu normalmente, o fotógrafo achou curioso o facto de nós estarmos de mão dada desde o início até ao fim da cerimónia, então tirou várias fotos às nossas mãos.
Quando estávamos para vir embora, o meu pai chorou, talvez por eu ser a última filha a casar, visto que já tinham casado as minhas quatros irmãs, ou por achar que eu era muito nova para casar. Foi a primeira vez que vi o meu pai a chorar, emocionou-me muito.                                                                                             
Ao fim do dia fomos passear até à praia. Assim foi o dia do meu casamento, claro que até aquela data foi o melhor dia da minha vida :-)
E pronto, nestes 21 anos tem sido um casamento feliz e todos os anos vamos jantar fora e damos uma volta na praia, é muito bom recordar.
Bem, já me alonguei muito lol, espero não ter aborrecido ninguém. Tenho um projecto iniciado, em breve mostro, tenho a cabeça cheia de ideias, mas estou com pouco tempo para poder concretizar tudo, mas aos poucos, vai aparecendo alguma coisa lol.
Bom fim de semana, e até breve, bjos *****


4 comentários:

Libelinha☆ disse...

Gostei da história =)

Beijinhos ;P

artes_romao disse...

boa noite, td bem?
parabéns...um nº lindíssimo.
gostei imenso desta partilha;)
bom fdsemana, fica bem.
jinhos***

Regina, linhas e agulha disse...

Oi linda!!Vc esqueceu de mencionar que desta bela união nasceu um príncipe!1
Olha amiga desejo a vcs toda felicidade do mundo...pena eu não poder dizer que tenho uma historia bela assim...uma hora destas te conto viu?
Seja muito feliz e ótimo final de semana!!
Bjs.te amo viu?
Regina..

mamamartinho disse...

Eu gostei muito de a ler!
O tempo passa mesmo muito depressa, mas fico contente por ainda manterem esse espirito! Os parabéns para os dois!

Bjs

Mónica